All you need is love

All you need is love (Tudo o que precisamos é o amor). Familia Vietnamita refugiada no Canada recebe, voluntariamente, com amor e carinho família de refugiados Sírios.

Thuy Nguyen retribui o que a vida lhe proporcionou: uma nova oportunidade de recomeçar de novo agora em Toronto (Canada). Ela voluntariamente ofereceu sua casa para receber a família
Nouman que fugindo da guerra na Síria buscaram refúgio no Canadá.

A história faz parte de tantas outros gestos de amor ao próximo registradas na Agência das Nações Unidas para refugiados UNHCR (https://www.unhcr.org).

“Foi muito emocionante”, diz Thuy de 53 anos. “Eu senti meu coração ferver, borbulhar quanot a possibilidade de poder dividir o que tenho pois também vivi isso. Sei muito bem as aflições e incertezas”. Ela fala isso com muita propriedade pois efetivamente viveu isso a exatos 43 atrás, quando também foi relocada como refugida vietnamita no Canadá. Na ocasião tinha somente 12 anos, depois de fugir do Vietnã devastado pela guerra em 1975 com sete de seus irmãos e irmãs.

Deixando para trás seus pais, o grupo embarcou em um navio cujo destino era a Coréia do Sul, iniciando assim uma jornada no mar que duraria 18 dias. Quando lá chegaram à terra, moraram em um campo de refugiados sul-coreano por dois meses. “Você tem absoluta convicção que sua vida está desmoronando”, diz Thuy.

No aeroporto, Thuy viu Narjes Nouman, o mais velho de sete filhos. “Quando olhei para Narjes, relembrei como EU cheguei aqui aos 13 anos de idade bem como todas as experiências diferentes pelas quais passei”.

A família Nouman está entre os 13.000 refugiados que se estabeleceram no Canadá no ano passado, por meio do programa de patrocínio privado do país. Originalmente desenvolvido para auxiliar os refugiados vietnamitas como Thuy Nguyen no final dos anos 70, o sistema permite que os moradores juntem seu dinheiro e recursos para fornecer apoio financeiro e social por um ano. Dois anos depois de sua chegada ao Canadá, Thuy e seus irmãos puderam financiar a vinda dos pais, reunindo assim toda a família.

“Meus pais sempre deixaram claro a necessidade de mantermos acesa a chama da caridade, solidariedade, do verdadeiro amor ao próximo”, diz Thuy. “Um dia também poderemos fazer pelos outros o que fizeram por nós”.

Para a família Nouman, sua fuga da Síria foi muito dificil perigosa. Em um determinado momento da guerra, sua cidade natal, Homs, na Síria, foi tremendamente castigada por bombardeios durante 3 dias inteiros. A família ficou presa no banheiro da casa por mais de 4 dias. Após conseguirem se desvencilhar, tinham que ir buscar comida se arrastando para não serem atingidos pelos tiroteios diários. “Eu não queria que meus filhos moreessem.” diz o pai, Mohamed, explicando sua decisão de fugir.

A família fugiu da Síria para o Líbano e depois para a Jordânia por segurança. Mas os dois anos em Amã não proporcionaram trabalho nem estabilidade. Todos os membros da família dormiam no mesmo quarto de solteiro em um kitinet.

“No dia em que ouvimos pela primeira vez que iriamos para o Canadá, papai veio e nos contou”. Eu disse a ele: ‘Uau!’” Lembra Narjes. “Eu comecei a cantar e dançar porque estávamos indo para o Canadá! Foi um sentimento tão maravilhoso ”.

“Um dia, quando tivermos a nossa casa, também faremos o que a Thai fez conosco: repartir o que temos com quem precisa”, disse Mohamed.

Porque o amoreassim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.