Quando a oportunidade encontra a vontade

Muitas são as pessoas e instituições que dispensam tempo e recursos para amenizar a dor, o frio e a fome daqueles que vivem nas ruas. O que nem sempre se percebe é que dentre estes que recebem as doações de bom grado, há pessoas que tem casa,  mas não tem o que comer; tem trabalho porém ganham tão pouco que não conseguem voltar para casa para dormir; tem comida hoje, mas não sabem se terão amanhã.

São diferentes histórias, diferentes dores, muitas amarguras e pouco amor, é verdade. Mas inúmeros são os milagres que acontecem por ali diariamente. 

Existe um projeto chamado “Macarrão com Salsicha” em que um grupo de voluntários sai da Paróquia Santo Agostinho Novo Leblon, sempre às segundas-feiras das duas primeiras semanas de cada mês, levando quentinhas de macarrão com salsicha, água, material de higiene, ovos cozidos, frutas, dentre outras coisas doadas por outros tantos voluntários. Tudo é distribuído aos moradores de rua do Centro do Rio.

Leia mais sobre este grupo em outra matéria: “Aquecendo corações e estômagos”.  

Em dezembro passado, como de costume saíram para a distribuição.  Mas um caso chamou a atenção de uma família do grupo de voluntários (pai, mãe e filho). Observando uma mulher com seu filho, perceberam que eles não tinham o perfil de moradores de rua. E não eram mesmo. Após uma conversa, souberam que Maria e o filho moravam em uma ocupação no Centro e que a mãe estava desempregada, por isso iam às ruas para pedir alimentos.

O caso tocou o coração de todos, inclusive das crianças que, no mês das férias, costumam acompanhar o grupo. Uma delas ficou questionando os pais: “mas aquele menino era igual a mim… por que ele não tem as mesmas oportunidades, mãe?” E então o milagre aconteceu. Os franqueados da loja Rei do Mate do Shopping Nova América abraçaram o caso da Maria e ofereceram a ela uma oportunidade de emprego.  Ela foi admitida em 5/2/19. 🙂

Só podemos desejar a Maria muita sorte, que a dedicação dela se converta em desempenho! E que a loja tenha ainda mais sucesso depois dessa contratação e da boa ação que ela representa.

No final desse mês, a família terá dinheiro em casa e não estará nas ruas pedindo comida. Uma benção! Uma vitória da empatia sobre a indiferença, possibilitando o encontro entre a vontade de trabalhar e a oportunidade de emprego.

Por mais encontros como esse!

Porque o amor é assim: não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.