Olhos de ver

Na visita do Papa Francisco aos Emirados Árabes, uma cena chamou a atenção. Um muçulmano ergue nos braços uma menina para que ela seja abençoada pelo Papa. À imprensa, o Papa ressaltou a existência de um documento assinado por ele e pelo xeique Ahmad el-Tayeb, em que afirma que “é possível respeitar um ao outro e dialogar, e que apesar das diferenças de cultura e tradições, os mundos cristão e islâmico prezam e protegem valores comuns”.

O mesmo Papa, em visita ao Peru, parou o carro para atender ao pedido que leu em um cartaz: “Sou Trinidad e faço 99 anos. Não posso ver. Quero tocar sua mãozinha”. O pedido tocou o coração do Papa e ele tocou a mãozinha daquela senhora, abençoando-a e emocionando à todos.

Algumas reflexões:

1. Independente de sua religião, assuma que existem homens bons em todas. É preciso que tenhamos olhos de ver para enxergarmos o outro com suas necessidades e virtudes, como fez o Papa nas duas situações acima;

2. É possível vivermos em harmonia mesmo sendo de religiões e culturas diferentes;

3. A tolerância é sustentada pelo respeito. Não é a toa que 2019 foi declarado o “ano da Tolerência”;

4. O amor não enxerga barreiras sejam elas físicas, religiosas ou políticas.

Porque o Amor é assim: simples.

E vc? Identificou, sentiu, observou alguma outra mensagem nessas fotos? Compartilhe conosco.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.